Blog POST

  • Francisco Capelo

Face ou não Face, eis a questão



Nesta época de grande volatilidade, de lutas entre gerações que permitem por exemplo ocultar o famoso Tik Tok aos maiores de 25 anos durante anos a fio, de ridículos líderes políticos que fazem fraca a forte gente e de grandes do futebol que já não são assim tão grandes, uma última dúvida apoquenta a nobre nação tuga à beira- mar plantada:



. Quem irá deixar o Facebook hoje ?



Deixar o Facebook tornou-se o desporto nacional, e este desporto tem as suas regras muito específicas, muito próprias:



1ª fase: a fase da descrença.


Que o Facebook é um malandro, que ganha dinheiro connosco quando devia (num mundo eivado de capitalismo selvagem, recorde-se) ser absolutamente puro, impoluto – que deveria dar o exemplo de santidade quando tudo à volta são porcos sem pérolas. Oh, ignomínia !!



2ª fase: a fase da meditação.


Pensa-se interiormente se será melhor ficar ou ir embora; um muito luso “Should I stay or should I go?”, entoado por um também muito luso cidadão, sem grandes capacidades musicais, mas com um enorme fundo de bondade (lá bem no fundo é bom rapaz). Ah, que já me sinto melhorzinho..



3ª fase: a fase da publicidade.


Uma fase maravilhosa: tomada a decisão irrevogável (ora onde é que eu já ouvi isto antes…?) de abandonar um barco miserável, imoral e decadente, há que espalhar a palavra, claro - informando escandalizado toda a população – população essa que habita… exactamente o mesmo Facebook que se vai abandonar!!! Oh, ironia cruel...



4ª fase: a fase do desconforto.


Caramba, um homem não é de ferro: de repente, o náufrago das redes sociais sente-se só. Maldiz deste mundo e arredores, maldiz dos seus amigos que não vê há meses, pois que os via onde? – lá está, no mesmo Facebook que acaba de abandonar. Ahh, maldita sorte…



5ª fase: a fase do arrependimento.


Toma-se, a contragosto, a decisão oposta: a de regressar ao barco dos mil buracos (no casco e na dúbia moral). Oh, vergonha suprema..!



Tenho alguns conhecidos no Facebook (todos os temos) que já abandonaram várias vezes e outras tantas voltaram ao Facebook: tornou-se uma moda. Tornou-se um golpe publicitário, e até as personalidades públicas aderiram a este novo chique social (mas elas bem sabem que isto só resulta se fizerem bastante publicidade, e por isso mesmo nunca se esquecem de anunciar aos quatro ventos no mesmo Facebook que vão deixar, despeitados).


Vou ser claro: só se desilude com o Facebook quem sempre esteve iludido !! Volto a relembrar: quando qualquer ser humano deste planeta Terra faz o seu registo nesta rede social (que continua a ser a mais relevante e completa actualmente) aparece-lhe uma parangona à frente:



“O Facebook é gratuito e sempre será”



Eu creio que as pessoas que fazem o registo pela primeira vez sabem ler. E se sabem ler conseguem compreender. Ou não ? Há algo que me escape ??


A mensagem é simples: a maior rede social do mundo é GRÁTIS agora e SEMPRE será Grátis.


Como diria o outro: qual é a parte que o meu amigo não entende ???


E agora não me venham com cenas da Cambridge Analytics e coisas que tal. Apresentem-me à frente redes sociais que não sejam permeáveis a Apps algo maliciosas e eu apresento-lhes mentirosos compulsivos. Desde o Google Play ao Android à Apple App Store, eles andem aí !!



Agora, elencando tudo o que o Facebook permite, de forma Gratuita:



. Grupos de milhares de pessoas para cada tema, desde vendas até à arte;


. Criação de perfis pessoais, páginas profissionais e grupos;


. Marketplace que praticamente tornou o Olx obsoleto;


. Secção de emprego já bastante movimentada;


. Contactos por chat em tempo real com qualquer pessoa ou empresa do mundo;


. Ligação imediata com todos os nossos amigos (amigos offline e online);


. Criar anúncios (gratuitos ou então pagos se quisermos mais impacto);


. Partilha de imagens, de pensamentos, de vídeos;


E etc etc etc.



Acham pouco ?!?? E Grátis ??


Digam-me lá: qual é a rede social que permite tudo isto, que tem a abrangência global que o Facebook tem, com a postura ética que tem (para mim, sem dúvida que tem) - qual é ? Eu cá não conheço nenhuma. Se conhecerem alguma, não se esqueçam de avisar a malta !!



O Facebook prometeu e cumpriu. Não me peçam agora para entrar em hipocrisias ditadas por modas. Querem sair do Facebook ? – estão no vosso inteiro direito.


Agora, fazer publicidade ampla antes de sair, partilhar a vossa “dor” a torto e a direito para, uns mesitos após, voltarem de mansinho – não me peçam para pactuar com comportamentos desses.


Tenho dito.


11 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Tumblr Social Icon
Francisc Capelo - Art Studio - Cascais